Cotidiano

Ponte podre filmada por fazendeiro não é estadual, alega Governo de MS

Após a reclamação de um pecuarista sobre uma ponte danificada em estrada vicinal, o Governo informou que a ponte não é estadual. Localizada na cidade de Rio Negro, a 154 km de Campo Grande, a ponte chamou a atenção do pecuarista ao oferecer riscos aos motoristas. Ele conta que teve uma carreta que caiu na […]

Mylena Rocha Publicado em 13/11/2019, às 11h10

Reprodução
Reprodução - Reprodução

Após a reclamação de um pecuarista sobre uma ponte danificada em estrada vicinal, o Governo informou que a ponte não é estadual. Localizada na cidade de Rio Negro, a 154 km de Campo Grande, a ponte chamou a atenção do pecuarista ao oferecer riscos aos motoristas. Ele conta que teve uma carreta que caiu na ponte e reclamou que pagava o Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul).

“Eu ia entrar com uma ação contra o estado, tive um prejuízo de R$ 8 mil naquele acidente na ponte. R$ 4 mil no caminhão e R$ 4 mil de dois animais que morreram”, contou o produtor rural em relação ao acidente.

O Governo de MS se posicionou por meio de assessoria e informou que a ponte não é estadual, logo não pode receber os recursos do Fundersul. O fundo tem sido motivo de protestos entre os produtores rurais nesta quarta-feira (13).

O setor reclama do aumento de até 40% no Fundersul, conforme previsto em projeto de lei enviado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) à ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

Jornal Midiamax