Cotidiano

Para conferência com ministro Marcos Pontes, estudantes aguardam até três horas na fila

Para assistir à conferência com o Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, os participantes da 71ª Reunião Anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) chegaram a esperar por até 3 horas em frente ao Teatro Glauce Rocha. Foi o caso os primeiros da fila, que chegaram às 7h30. Além […]

Mylena Rocha Publicado em 26/07/2019, às 10h48 - Atualizado às 10h49

None
O ministro e astronauta também foi abordado por crianças, que queriam conversar e tirar fotos. (Foto: Marcos Ermínio)

Para assistir à conferência com o Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, os participantes da 71ª Reunião Anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) chegaram a esperar por até 3 horas em frente ao Teatro Glauce Rocha. Foi o caso os primeiros da fila, que chegaram às 7h30. Além disso, o ministro também despertou a admiração de crianças na feira científica, por ser um famoso astronauta brasileiro.

Para conferência com ministro Marcos Pontes, estudantes aguardam até três horas na fila
Enéas chegou cedinho para garantir lugar na conferência. (Foto: Marcos Ermínio)

Estudantes da turma de turismo foram os primeiros a chegar para aguardar a conferência do ministro. A estudante Angélica Leite, de 65 anos, chegou às 7h30 para aguardar na porta do Teatro Glauce Rocha. Com o amigo Eneas Saldanha, de 60 anos, eles esperavam que as portas fossem abertas para que pudessem esperar nos seus lugares.

“No dia da abertura, teve tumulto, por isso decidimos chegar mais cedo. A estrutura da SBPC está maravilhosa. Este é um momento especial com a participação do ministro. Queremos saber a visão dele para o futuro do Brasil, ainda mais com o atual cenário político”, disse Saldanha.

Para conferência com ministro Marcos Pontes, estudantes aguardam até três horas na fila
Marileide também chegou cedo e estava empolgada para ver o ministro. (Foto: Marcos Ermínio)

Marileide, que é egressa da UFMS, também estava empolgada com a conferência. “A gente acompanha desde antes de ser ministro, é uma oportunidade muito legal e tenho orgulho da UFMS por trazer ele para cá”, disse.

O estudante de engenharia civil da UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos), João Fernando, de 20 anos, está de férias na Capital e trouxe a mãe para assistir à palestra. Ele tem expectativa que o ministro fale sobre o futuro do Brasil para a ciência nas instituições públicas. A estudante de história, Francisca Kessiane, de 19 anos, compartilha da mesma expectativa, mas acredita que pode haver um atrito com os estudantes caso ele fale sobre o futuro das universidades, já que a própria UFMS enfrenta um corte no orçamento.

Além dos estudantes ansiosos pela palestra, o ministro Marcos Pontes ainda foi abordado por crianças quando passava pelos estandes na avenida da Ciência. Uma turma de uma escola da Capital parou o ministro para conversar e tirar fotos. As crianças dizem que o admiram pela carreira de astronauta. Enquanto percorria os estandes da feira, o ministro Marcos Pontes falou sobre a importância de mostrar para a população o que é produzido pela ciência.

Jornal Midiamax

☰ Últimas Notícias