Cotidiano

‘Mudei de número’: novo golpe no WhatsApp pede transferência bancária em MS

Uma mulher que prefere não se identificar foi vítima de um golpe no WhatsApp, nesta segunda-feira (24), em Campo Grande. Uma pessoa entrou em contato alegando ter mudado de telefone e perguntou se ela ‘poderia fazer um depósito hoje.’ A vítima encaminhou as mensagens para o Jornal Midiamax pedindo para que as pessoas ficassem atentas […]

Cleber Rabelo Publicado em 24/06/2019, às 16h42 - Atualizado em 25/06/2019, às 09h59

Polícia orienta para que pessoas não contratem empréstimos pelo WhatsApp (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Polícia orienta para que pessoas não contratem empréstimos pelo WhatsApp (Foto: Reprodução/WhatsApp) - Polícia orienta para que pessoas não contratem empréstimos pelo WhatsApp (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma mulher que prefere não se identificar foi vítima de um golpe no WhatsApp, nesta segunda-feira (24), em Campo Grande. Uma pessoa entrou em contato alegando ter mudado de telefone e perguntou se ela ‘poderia fazer um depósito hoje.’

A vítima encaminhou as mensagens para o Jornal Midiamax pedindo para que as pessoas ficassem atentas a um possível novo golpe pelos grupos.

A mulher devia R$ 30 reais a uma amiga e perguntou se era ela no telefone. O golpista confirmou ser a ‘amiga’ e disse ter mudado de número. Após ser enganada a mulher efetuou o depósito em uma conta de Goiânia (GO). Veja a conversa:

'Mudei de número': novo golpe no WhatsApp pede transferência bancária em MS

A vítima conta que percebeu se tratar de um golpe quando a pessoa pediu R$ 250 emprestado. “Somos amigas, mas não temos intimidade para pedir dinheiro emprestado. Foi nesse momento que percebi que tinha caído em um golpe”, conta. Após o ocorrido, a vítima entrou em contato com a amiga e a mesma informou não ter mudado de número.

“Eu liguei para a minha amiga e contei o que aconteceu. Ela comentou não ter entrado em contato comigo, inclusive, ficou sabendo de outros casos em que pessoas caíram no mesmo golpe”, conta.

Na tarde desta segunda a vítima procurou a Delegacia de Polícia. “Registrei um boletim de ocorrência, perdi R$ 30. Torço para que ninguém caia nesse golpe”, diz.

Jornal Midiamax