Cotidiano

Maio Amarelo: Vistoria veicular é essencial para segurança no trânsito

Termina nesta semana a campanha Maio Amarelo, que chama a atenção para o alto índice de de mortos e feridos no trânsito. De acordo com o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro, as más condições dos veículos são a segunda maior causa de acidentes, perdendo apenas para a imprudência dos condutores. A vistoria veicular deve […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 28/05/2019, às 18h53 - Atualizado em 29/05/2019, às 15h34

Foto: Ilustrativa / Minamar Junior
Foto: Ilustrativa / Minamar Junior - Foto: Ilustrativa / Minamar Junior

Termina nesta semana a campanha Maio Amarelo, que chama a atenção para o alto índice de de mortos e feridos no trânsito. De acordo com o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro, as más condições dos veículos são a segunda maior causa de acidentes, perdendo apenas para a imprudência dos condutores. A vistoria veicular deve ser feita regularmente para evitar que os motoristas sejam pegos de surpresa e aconteça o pior.

No procedimento, além da verificação do documento do veículo, são avaliados vários itens obrigatórios de segurança. Condições de conservação, manutenção, mudanças de características e numerações também são verificados para evitar que veículos sem condições de circulação ou irregulares trafeguem normalmente pelas ruas. A prática pode colocar a vida da sociedade em risco.

Os proprietários devem ficar de olho nos itens que são avaliados durante a vistoria. Os equipamentos em dia garantem a segurança do condutor, passageiros e demais usuários das vias. São eles: farol, luzes piloto, lanternas de freio, de posição, luz de ré, acionamento das setas, acionamento intermitente de emergência, espelhos retrovisores, limpadores de para-brisa, funcionamento do velocímetro, estado de conservação dos pneus, funcionamento do freio de estacionamento (freio de mão) e a existência de cintos de segurança para todos os passageiros.

No ano passado, cerca de 150 mil vistorias foram realizadas em Mato Grosso do Sul. “A vistoria veicular contribui para salvar vidas, pois auxilia na retirada das ruas de veículos sem condições mínimas de segurança para circulação e que poderiam causar acidentes”, garante o presidente da Associação das Empresas de Vistoria Veicular de Mato Grosso do Sul (Assovis MS), José Renato Cantadori.

Jornal Midiamax