Cotidiano

Fiéis chegam até duas horas antes para garantir bolo de Santo Antônio

Desde às 5h desta quinta-feira (13), fiéis estavam na fila na igreja Santo Antônio, na Travessa Lydia Baís, no Centro de Campo Grande, para garantir um pedaço do famoso bolo do santo casamenteiro. A funcionária pública Guaraciaba Barbosa, de 58 anos foi uma das primeiras a chegar, por volta das 5h. Bem fez ela, já […]

Renata Volpe Publicado em 13/06/2019, às 07h43 - Atualizado às 11h48

Fila dá voltas na quadra (Foto: Minamar Júnior)
Fila dá voltas na quadra (Foto: Minamar Júnior) - Fila dá voltas na quadra (Foto: Minamar Júnior)

Desde às 5h desta quinta-feira (13), fiéis estavam na fila na igreja Santo Antônio, na Travessa Lydia Baís, no Centro de Campo Grande, para garantir um pedaço do famoso bolo do santo casamenteiro.

A funcionária pública Guaraciaba Barbosa, de 58 anos foi uma das primeiras a chegar, por volta das 5h. Bem fez ela, já que às 7h a fila já estava próximo a rua 15 de Novembro, passando o estacionamento da igreja.

Fiéis chegam até duas horas antes para garantir bolo de Santo Antônio
Quem chegou cedo garantiu primeiros pedaços às 7h (Foto: Minamar Júnior)

A mulher não lembra mais quantas vezes já foi a igreja para pegar um pedaço do bolo. “Já perdi as contas de quantos anos eu venho aqui. Não venho para achar aliança, mas para levar pedaços para minha família”.

Segundo Guaraciaba, o bolo tem harmonia. “É muito abençoado. Eu trago meus potes para poder levar um pedaço para todo mundo de casa”, comentou.

O tradicional bolo que este ano tem 25 metros, foi abençoado pelo padre da igreja antes de ser cortado. Diferente dos outros anos, o bolo de 2019 foi de marta branca com recheio de doce de leite e chocolate.

A expectativa da confeiteira Ana Navarros é que o bolo dê 7 mil pedaços. “Foi uma semana para confecção, com 30 pessoas empenhadas. A massa foi confeccionada na comunidade São Miguel”.

E provando mais uma vez que Santo Antônio é realmente casamenteiro, Ana será madrinha de casamento no próximo dia 21 de junho, de uma fiel que encontrou a aliança no bolo, no ano passado. “Ela encontrou a aliança, vai casar este mês e eu serei madrinha”, contou.

Jornal Midiamax