Cotidiano

Exame descarta dengue e causa da morte de estudante segue desconhecida

A causa da morte do estudante de medicina Carlos Fernando Resende Carmo, 23 anos, segue desconhecida, após exame dar negativo para dengue hemorrágica. Ele veio a óbito no dia 25 de junho em um hospital e de Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, e cursava o 5º semestre de medicina em Pedro Juan […]

Ana Paula Chuva Publicado em 01/07/2019, às 17h52 - Atualizado em 02/07/2019, às 08h36

Foto: Reprodução/ Facebook
Foto: Reprodução/ Facebook - Foto: Reprodução/ Facebook

A causa da morte do estudante de medicina Carlos Fernando Resende Carmo, 23 anos, segue desconhecida, após exame dar negativo para dengue hemorrágica. Ele veio a óbito no dia 25 de junho em um hospital e de Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, e cursava o 5º semestre de medicina em Pedro Juan Caballero.

Conforme informação da SES (Secretaria de Estado de Saúde), não foi possível realizar um exame necroscópico já que a família do rapaz não é de Mato Grosso do Sul e a pasta só tinha a amostra de sangue para realizar o exame laboratorial que deu negativo para dengue hemorrágica, por isso a causa da morte segue desconhecida.

O caso

Carlos Fernando Resende Carmo, morreu na última terça-feira (25) com suspeita de dengue hemorrágica, em Ponta Porã, a 345 km de Campo Grande. De acordo com o site Capitan Bardo, o jovem estava em Pedro Juan Caballero (PY), quando passou mal e procurou atendimento hospitalar em Ponta Porã.

De acordo com a publicação, Carlos estava prestes a retornar a Barra do Garças, no Mato Grosso, para passar as férias com a família. Porém, na segunda-feira (24), acordou com mal-estar e febril, e com os demais sintomas de dengue. Ele teria avisado a família e procurado atendimento médico.

Os médicos teriam suspeitado preliminarmente que seria um quadro grave de dengue e entubaram o estudante. Porém, Carlos faleceu por volta do meio dia da terça-feira. O corpo do jovem foi trasladado até Barra das Garças, onde a família mora.

Jornal Midiamax