Cotidiano

Diabético e com pé inflamado, família de paciente reclama de regulação da Sesau

Desde a última quarta-feira (29), Lucio Cariaga está internado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário à espera por vaga em qualquer hospital para tratar de uma Osteomelite – infecção no osso do pé. A família afirma que o paciente diabético corre o risco de perder o pé se não for tratado o quanto antes. […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 01/06/2019, às 14h17 - Atualizado às 14h40

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal - Foto: Arquivo Pessoal

Desde a última quarta-feira (29), Lucio Cariaga está internado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário à espera por vaga em qualquer hospital para tratar de uma Osteomelite – infecção no osso do pé. A família afirma que o paciente diabético corre o risco de perder o pé se não for tratado o quanto antes.

A morosidade para conseguir uma vaga por parte da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), segundo os parentes, está fazendo Lucio piorar a cada dia. O homem, de 55 anos, já está com “dois buracos” inflamados no membro e não estaria recebendo atendimento especializado para o tratamento na UPA.

Diabético e com pé inflamado, família de paciente reclama de regulação da Sesau

Como o caso tem se agravado, ainda de acordo com os parentes, o maior medo é que seja necessária a amputação. Conforme o boletim médico para solicitação de vaga hospitalar, o paciente é hipertenso, diabético e tem uma lesão no tornozelo há 11 anos, quando teve o pé esmagado por uma lança de trator.

A reportagem entrou em contato com a Sesau, no início da manhã deste sábado (1), mas até o fechamento da matéria não obteve respostas.

Jornal Midiamax