Cotidiano

Com cheia no Salobra, região turística do Bodoquena terá desvio e balsa

Para evitar transtornos com as chuvas e a cheia do rio Salobra, a Prefeitura de Bodoquena, a 260 km da Campo Grande, vai construir um desvio para a travessia de veículos. A travessia dará acesso ao assentamento Canaã, região onde turistas chegaram a ficar ilhados após uma forte chuva. A Prefeitura informou ao jornal O Pantaneiro […]

Mylena Rocha Publicado em 26/03/2019, às 12h22 - Atualizado às 18h30

Foto: Prefeitura de Bodoquena
Foto: Prefeitura de Bodoquena - Foto: Prefeitura de Bodoquena

Para evitar transtornos com as chuvas e a cheia do rio Salobra, a Prefeitura de Bodoquena, a 260 km da Campo Grande, vai construir um desvio para a travessia de veículos. A travessia dará acesso ao assentamento Canaã, região ondeturistas chegaram a ficar ilhados após uma forte chuva.

A Prefeitura informou ao jornal O Pantaneiro que, além da travessia, uma balsa ficará pronta nesta semana para evitar transtornos em dias de chuva, quando ocorre o aumento do nível do rio. A balsa deverá ser utilizada nos dias em que o nível do rio sobe e dificulta a passagem dos veículos. Será permitido apenas o tráfego de veículos até médio porte, como motocicletas, carros de passeio e caminhonetes.

A Secretaria de Obras ainda afirma que está construindo uma passarela suspensa para a travessia de pedestres. Já a Secretaria de Turismo disponibilizou, desde o último final de semana, um barco para a travessia dos turistas e moradores da região, conforme informações d’O Pantaneiro.

O governo do Estado ainda divulgou por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), a construção de ponte de concreto armado sobre o rio Salobra. O valor orçado da obra é de mais de R$ 1,7 milhão para a construção de uma passagem de 50 metros de comprimento.

Jornal Midiamax