Cotidiano

Curso para adoção de crianças acima de 8 anos está com inscrições abertas

As famílias interessas em adotar crianças a partir de oito anos, grupos de irmãos e crianças ou adolescentes com doenças graves e necessidades especiais podem se inscrever no CPA (Curso de Preparação à Adoção) do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) até o dia 16 de setembro. As aulas serão ministradas entre […]

Ana Paula Chuva Publicado em 11/09/2019, às 14h39

(Divulgação, TJMS)
(Divulgação, TJMS) - (Divulgação, TJMS)

As famílias interessas em adotar crianças a partir de oito anos, grupos de irmãos e crianças ou adolescentes com doenças graves e necessidades especiais podem se inscrever no CPA (Curso de Preparação à Adoção) do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) até o dia 16 de setembro.

As aulas serão ministradas entre os dias 16 e 20 de setembro, sempre às 19h, no plenário do Tribunal do Júri no Fórum de Campo Grande, localizado na rua da Paz, 14, bairro Jardim dos Estados.

Segundo o Núcleo de Adoção do Fórum, a realidade do processo de adoção no país ainda esbarra na idealização dos pretendentes que buscam realizar o sonho de se tornarem pais e, em sua grande maioria, de bebês ou de crianças ainda em tenra idade. Mas a faixa etária não representa o grande público nas instituições de acolhimento, isto porque bebês e crianças pequenas, quando se tornam disponíveis para adoção, praticamente entram num dia e saem no outro.

Por essa razão, os pais que idealizam adotar bebês e crianças pequenas acabam esperando por mais tempo. No país atualmente são mais de 4.814 pretendentes para adotar bebê, então a matemática é simples, já que a um excesso de pais para um número reduzido de bebês disponíveis para adoção. Muitos deles ainda precisam nascer, serem negligenciadas, passarem pelo processo de destituição do poder familiar.

E muitas vezes, o sonho de ser pai ou mãe pode ser realizado mais rápido, basta que o interessado se permita experimentar outras oportunidades, já que atualmente as instituições de acolhimento tem um grande número de crianças maiores, mas que são tão encantadoras como qualquer criança costuma ser, esperando apenas para serem amadas, desejadas, educadas e protegidas.

Ainda conforme o Núcleo de Adoção, de janeiro até agora, com exceção de uma criança que ficou na Capital e outra que foi para o interior do MS, todas as crianças com este mesmo perfil foram adotados por pretendentes de outros Estados do Brasil.

Vale lembrar que este curso é destinado exclusivamente às famílias que querem adotar crianças a partir de oito anos, grupos com, pelo menos, três irmãos, crianças e adolescentes com doenças graves e/ou necessidades especiais. As inscrições devem ser realizadas pelo telefone (67) 3317-3548.

Jornal Midiamax