Cotidiano

Com R$ 45 milhões, Prefeitura quer requalificar mais ruas no centro de Campo Grande

Nova etapa do projeto Reviva Campo Grande quer investir R$ 45 milhões na requalificação de diversas ruas do Centro da cidade. A intervenção prevê implantação de 18 km de recapeamento no quadrilátero formado pela Avenida Fernando Correa da Costa, Rua Pedro Celestino, Avenida Mato Grosso e Avenida Calógeras. De acordo com a prefeitura, o projeto […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 27/09/2019, às 09h08 - Atualizado às 17h16

Foto: PMCG | Divulgação
Foto: PMCG | Divulgação - Foto: PMCG | Divulgação

Nova etapa do projeto Reviva Campo Grande quer investir R$ 45 milhões na requalificação de diversas ruas do Centro da cidade. A intervenção prevê implantação de 18 km de recapeamento no quadrilátero formado pela Avenida Fernando Correa da Costa, Rua Pedro Celestino, Avenida Mato Grosso e Avenida Calógeras.

De acordo com a prefeitura, o projeto prevê intervenções de acessibilidade, arborização e nova iluminação. A previsão é que as obras sejam iniciadas em março, após inauguração da Rua 14 de Julho, prevista para o fim de novembro. O projeto executivo da requalificação deverá ser apresentado à Prefeitura até a primeira semana de dezembro pelo Consórcio Campo Grande, vencedor da licitação.

De acordo com a Prefeitura, outras trechos fora do perímetro receberão nova pavimentação. Três ruas (Barão de Branco, Dom Aquino e Cândido Mariano) serão recapeadas desde a Rua 25 de Dezembro. A Barão e a Dom Aquino receberão asfalto novo até a Rua Joaquim Nabuco, no entorno da antiga rodoviária. A Cândido Mariano terá pavimentação refeita da 25 de Dezembro até a Cabeça de Boi, na Avenida Noroeste.

Serão recapeadas, entre a Rua Pedro Celestino e a Avenida Calógeras, as ruas 26 de Agosto, Barão de Melgaço, 7 de Setembro, 15 de Novembro, Maracaju, Antônio Maria Coelho e Mato Grosso. Também receberão asfalto novo neste quadrilátero a Pedro Celestino e Padre João Crippa, além da Travessa Mace e a da Rua do Padre.

A Rua 13 de Maio será recapeada desde a Avenida Fernando Correa da Costa até a Julio Dittimar. No outro extremo, a rua será recapeada a partir de outubro entre as avenidas Consolação e Fernando Correa da Costa. A Rui Barbosa e a Avenida Calógeras, que terão corredor de ônibus, serão recapeadas em toda a extensão.

O projeto prevê também sinalização viária, paisagismo, instalação de mobiliário urbano, nova iluminação, até padronização de calçadas, inclusive com adoção de piso tátil contínuo. Seguindo a proposta da Rua 14 de Julho, as transversais também vão receber equipamentos urbanos como conjuntos de lixeiras, bancos e bicicletários, além do plantio de mais de 800 árvores.

Outros trechos

Outros trechos destas ruas, onde haverá troca da rede de água, serão recapeados. A Antônio Maria Coelho (entre a Avenida América e a Avenida Ernesto Geisel e da Rua 25 de Dezembro e a Ceará). A 26 de Agosto será recapeada desde a Joaquim Dornelas até a Ernesto Geisel.

Em 2020, será recapeada a 7 de Setembro (entre José Antônio e Bahia); 15 de Novembro (da Ceará até a Rua José Antonio); Dom Aquino (da Joaquim Nabuco até a Avenida Duque de Caxias); a Barão(da Joaquim Nabuco até a João Rosa Pires) e Maracaju (da João Crippa até a 25 de Dezembro).

(Com informações da assessoria)

Jornal Midiamax