Cotidiano

Indústria que investiu R$ 750 milhões em MS conta com Bolsonaro para inauguração

Localizada às margens da rodovia BR-163, entre Dourados e Caarapó, a nova sede da Coamo (Cooperativa Agropecuária Mourãoense) será inaugurada em novembro em Dourados provavelmente com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). O complexo de processamento de soja e refinaria de óleo de soja teve investimento de R$ 750 milhões. Na semana […]

Renato Giansante Publicado em 14/10/2019, às 09h55 - Atualizado às 09h59

Obras estão na fase final (Divulgação)
Obras estão na fase final (Divulgação) - Obras estão na fase final (Divulgação)

Localizada às margens da rodovia BR-163, entre Dourados e Caarapó, a nova sede da Coamo (Cooperativa Agropecuária Mourãoense) será inaugurada em novembro em Dourados provavelmente com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). O complexo de processamento de soja e refinaria de óleo de soja teve investimento de R$ 750 milhões.

Na semana passada, o presidente da Coamo José Aroldo Gallassini disse que a abertura depende da agenda de Bolsonaro, mas deve ocorrer entre 21 e 27 no próximo mês. A indústria vai gerar 300 empregos diretos.

O novo empreendimento tem uma indústria de processamento de soja para 3.000 toneladas de soja/dia, produção de farelo e óleo, e uma refinaria para 720 toneladas/dia de óleo de soja refinado, equivalente a 16 milhões de sacas de soja /ano.

Durante uma reunião com a prefeita de Dourados, Délia Razuk (PTB), Gallassini disse que dará apoio no projeto do Anel Viário Sul previsto para ter 39,75 Km subdividida em três seções. A primeira a Sul com 6,9 Km; a segunda, chamada de Leste ligando a BR-376 até a rodovia MS-157 num trecho de 16,22 Km; e a Oeste com 16,94 km de extensão ligando a BR-163, próximo a indústria da Coamo até a BR-463 no trevo de Laguna Carapã unindo-se a Perimetral Norte, já existente. O custo da obra é previsto pela prefeitura de Dourados em R$ 3.954.000,00.

Jornal Midiamax