Cotidiano

Além de lixo, pacientes encontram até cobra em posto de saúde

Uma cobra foi encontrada dentro do posto de saúde do município de Terenos, a 31 km de Campo Grande. Segundo pacientes, o réptil quase picou uma atendente. Ainda de acordo com os moradores, há um grande acumulo de lixo na unidade. Mesas, lixeiras e outros recipientes foram encontrados. “O acumulo de lixo é muito grande […]

Cleber Rabelo Publicado em 03/05/2019, às 14h06 - Atualizado às 14h21

Foto: Leitor
Foto: Leitor - Foto: Leitor

Uma cobra foi encontrada dentro do posto de saúde do município de Terenos, a 31 km de Campo Grande. Segundo pacientes, o réptil quase picou uma atendente.

Ainda de acordo com os moradores, há um grande acumulo de lixo na unidade. Mesas, lixeiras e outros recipientes foram encontrados. “O acumulo de lixo é muito grande no posto que atente urgência, emergência e é o principal da cidade.”

Outra preocupação de quem frequenta o posto é o mosquito da dengue. Já que há objetos que podem servir de abrigo para o mosquito.

16 ª morte confirmada

Conforme boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), na quinta-feira (2), 16 pessoas morreram vítimas do mosquito Aedes aegypti. Uma mulher de 35 anos, moradora de Campo Grande e um rapaz de 18 anos, de Corumbá, foram as últimas vítimas.

Com a nova vítima, a Capital chega a sétima morte pela doença. O Jornal Midiamax entrou em contato com a secretaria de saúde de Terenos e aguarda posicionamento.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax