Cotidiano

VÍDEO: Escuridão na periferia facilita ação de ladrões em Campo Grande

Regiões do Norte Sul, Parque do Lageado e Los Angeles têm falta de luz nas ruas

Mylena Rocha Publicado em 14/03/2018, às 12h09

None

Regiões do Norte Sul, Parque do Lageado e Los Angeles têm falta de luz nas ruas

Morador do Parque do Lageado reclama que só há iluminação na rua lateral.

Os moradores têm sofrido com o descaso na iluminação pública em Campo Grande. Com lâmpadas queimadas, os campo-grandenses esperam em pontos de ônibus no escuro, enfrentam assaltos e o medo de andar na rua à noite. A Prefeitura Municipal divulgou na terça-feira (3) o aumento do número de equipes que atuam na expansão da iluminação pública e a troca de lâmpadas queimadas. Duas empresas vencedoras de licitação devem receber mais de R$ 11 milhões para manutenção de postes.

Ulissio Henrique trabalha no Shopping Norte Sul e espera pelo ônibus em um ponto em frente ao local. Ele conta que sai do trabalho às 22 horas e espera pelo ônibus cerca de meia hora na escuridão. O poste está sem luz há cerca de dois meses e no vídeo é possível notar apenas a iluminação do shopping e o farol dos carros. Sem luz, os funcionários que esperam no ponto enfrentam o medo de assaltos. “Ontem até tinha uma viatura da PM (Polícia Militar) na proximidade. A gente não sabe nem de onde esperar, quando o ladrão não vem de bicicleta ou moto, vem até a pé”, conta. Os assaltos são tão comuns que os funcionários até voltam para o shopping ao suspeitar de assaltantes. “As meninas que estavam subindo a rua comigo saíram correndo e então eu voltei com medo. Esses dias mesmo assaltaram e levaram tudo de uma funcionária do mercado”.

Moradores do Parque do Lageado também sofrem com a falta de luz nos postes. Jael Severino denunciou ao Jornal Midiamax a escuridão na rua Armando Franco há mais de três meses. De acordo com o leitor, esta não é a única rua que fica completamente escura durante a noite e há assaltos na região. “Minha esposa não vai ao mercado depois das 19 horas por medo, até para irmos à igreja desviamos dessas ruas. Às vezes um trajeto de 20 minutos demora até 40 minutos”, afirma. 

Paulo Rabelo mora no Jardim Los Angeles e conta que a região está sem luz nas ruas há seis meses. Na rua Ciro de Azevedo, dos cinco postes de luz, quatro estão com as lâmpadas queimadas. Paulo já sofreu tentativa de assaltos e os vizinhos tiveram a casa roubada, ele acredita que os índices de criminalidade aumentaram no local. “Era uma rua tranquila mas devido à escuridão, os bandidos estão de olho. A gente liga na Prefeitura e dizem que não tem licitação autorizada para arrumar o sistema de iluminação mas nós continuamos sendo cobrados da mesma forma”. 

VÍDEO: Escuridão na periferia facilita ação de ladrões em Campo Grande

Questionada sobre os problemas na iluminação pública, a Prefeitura de Campo Grande respondeu que a partir abril será possível trocar 8 mil lâmpadas por mês e, no prazo de 120 dias, a demanda de solicitações feitas em seis meses deve ser atendida. Os moradores que passam pela mesma situação podem ligar para o número 156 ou fazer a reclamação no aplicativo Fala Campo Grande.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax