Cotidiano

MPE vai apurar causas de tombamentos de caminhões na BR-163 com 060

Órgão já solicitou os números de acidentes registrados nos últimos 5 anos

Raiane Carneiro Publicado em 08/06/2018, às 14h36

None

O MPE (Ministério Público Estadual) irá apurar as causas de dois tombamentos de caminhões com carga no entroncamento da BR-163 com a BR-060, na rotatória da Avenida Gury Marques em Campo Grande. Conforme o órgão, o objetivo é adotar medidas para prevenir novos acidentes no local.

A apuração será conduzida pelo procurador de Justiça Evaldo Borges Rodrigues da Costa, coordenador do CAOHURB (Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Especializadas de Habitação, Urbanismo e do Patrimônio Histórico e Cultural).

De acordo com o MPE, no dia nove de maio, o centro encaminhou um ofício ao Deletran (Delegacia de Repressão aos Crimes Relacionados à Atividade Executiva de Trânsito), Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Polícia Militar, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) solicitando o número de acidentes de tombamento de caminhões na rotatória registrados nos últimos cinco anos.

O DNIT informou ao MPE que, entre 2013 e 2017, foram registrados 45 acidentes, sendo que 17 foram de tombamento de veículos com carga. Em 2018, o número chega a três.

Conforme o procurador de Justiça, existe a suspeita de um possível defeito de engenharia na pista no entroncamento da BR-163 com a BR-060. “Acredita-se que o número de tombamentos não ocorre somente por imperícia dos caminhoneiros, e sim pelo fato da curva da rotatória ser muito fechada”, ressaltou.

O CAOHURB irá encaminhar os dados para o órgão de execução das promotorias de Justiça, que devem instaurar um procedimento e solicitar uma análise ao Daex (Departamento Especial de Apoio às Atividades de Execução) para determinadas quais medidas serão adotadas.

Jornal Midiamax