Cotidiano

Médicos faltam sem dar explicação e população reclama na UPA Leblon

Os pacientes da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon, que foram ao local no começo da manhã desta segunda-feira (12), tiveram que ter paciência para esperar o atendimento. Desta vez, apenas um médico foi trabalhar nas primeiras horas da manhã. Uma leitora do Jornal Midiamax relatou a situação. Ela foi à UPA Leblon […]

Wendy Tonhati Publicado em 12/11/2018, às 10h07 - Atualizado às 10h09

Médicos faltaram na UPA Leblon (Foto: Marcos Ermínio)
Médicos faltaram na UPA Leblon (Foto: Marcos Ermínio) - Médicos faltaram na UPA Leblon (Foto: Marcos Ermínio)

Os pacientes da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon, que foram ao local no começo da manhã desta segunda-feira (12), tiveram que ter paciência para esperar o atendimento. Desta vez, apenas um médico foi trabalhar nas primeiras horas da manhã.

Uma leitora do Jornal Midiamax relatou a situação. Ela foi à UPA Leblon com o marido – que sofre de pressão alta e estava passando mal – e descobriu que havia somente um médico. Segundo ela, uma servidora comunicou aos pacientes que profissional ficaria responsável pelos atendimentos mais graves (urgência e emergência).

Segundo a leitora, a servidora informou que não havia previsão ou informações sobre a chegada de outros médicos. “Eu liguei no 192 e disseram que havia mais médicos. Mas aqui, a funcionária disse que só tem para emergência e que não tem nenhuma previsão”, relata. A leitora contou ainda que o posto de saúde já começava a encher de pacientes aguardando o atendimento.

Nesta manhã, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) também não disponibilizou a escala de médicos em seu site, deixando os pacientes ainda mais perdidos para conferir onde há médicos atendendo.

Médicos faltam sem dar explicação e população reclama na UPA Leblon
Pacientes devem ficar atentos ao tempo de espera conforme a classificação de risco (Foto: Divulgação/Sesau)

A Sesau confirmou a falta de médicos e alegou que os profissionais faltaram sem avisar. A secretaria enviou outros profissionais à UPA Leblon para não deixar a população sem atendimento.

Sobre a escala médica, a Sesau informou que não foi divulgada por problemas no sistema. (Nota na íntegra)

A SESAU já enviou mais profissionais médicos para a unidade para atender a demanda do local. Dos médicos que estavam previstos para atender, apenas um confirmou presença e outros ainda não se posicionaram quanto a ausência.

A escala não foi compartilhada por instabilidade no sistema, que já foi normalizada.

Os pacientes classificados como verde e azul são preteridos em relação aos classificados vermelho e amarelo (com complicações graves).


Fale com os jornalistas do Midiamax

A leitora entrou em contato com o Jornal Midiamax pelo telefone (67) 3312-7400. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões também podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei ao WhatsApp no número (67) 99207-4330.

Jornal Midiamax