Cotidiano

Ex-presidente de associação se recusa a deixar sede e revolta moradores

Disse que só vai deixar o local com ordem judicial

Maisse Cunha Publicado em 16/03/2018, às 17h42

None

Disse que só vai deixar o local com ordem judicial

Uma simples eleição para escolher a nova presidente do Clube de Mães do bairro Moreninhas 3, região sul de Campo Grande, está dando o que falar. Isto porque, segundo o presidente da associação de moradores do bairro, Valdeci Oliveira de Souza, a antiga presidente do clube, Maria Benta Marques Roque, se recusa a entregar as chaves e a documentação do espaço que funciona como sede.

A eleição, conforme Valdeci, foi realizada no último dia 18 de fevereiro, e teve como vencedora a moradora Deise Rodrigues, eleita com 141 votos. Entretanto, segundo o presidente da associação, a antiga gestora, que ficou à frente do Clube de Mães por 26 anos, não aceitou bem o resultado da eleição e disse só sair do local, mediante ordem judicial.

“O processo de escolha da nova gestão ocorreu conforme prega o estatuto. Divulgamos com 30 dias de antecedência, colamos o edital na UPA [Unidade de Pronto Atendimento] aqui do bairro, em supermercados, escolas, na sede da associação de moradores e, inclusive, na própria sede do Clube de Mães, mas mesmo assim ela não reconhece o resultado”, disse.Ex-presidente de associação se recusa a deixar sede e revolta moradores

Conforme o presidente, o resultado da eleição foi registrado em cartório no dia 24 de fevereiro e a antiga gestora do espaço comunicada imediatamente. O espaço, segundo Valdeci, seria destinado à realização de cursos de qualificação, entretanto, o local jamais foi utilizado para os devidos fins.

“Verificamos que ela cedia o espaço para a filha utilizar como ateliê de costura. Nos fundos, ela tinha alugado para uma família morar e, por um tempo, até o filho dela teve uma borracharia, no espaço onde as mães poderia realizar cursos para complementar a renda familiar, e tudo isso num espaço cedido pela Prefeitura”, lamenta Valdeci.

De acordo com o presidente, a Prefeitura tinha ofertado às moradoras do bairro, por meio do Clube, 50 vagas em curso de qualificação para fabricação de ovos de páscoa. “Aqui é um bairro carente, esse curso tenho certeza que vai fazer falta na vida dessas pessoas e de suas famílias e perdemos a oportunidade por conta dessa situação.

Por conta do impasse, equipe da Semadur foi comunicada pelos moradores e vai até o local na tarde desta sexta-feira (16) para oficiar a antiga presidente do clube. A informação foi confirmada pela reportagem do Jornal Midiamax.

Tentamos contato com Maria Benta, mas até o fechamento desta reportagem não obtivemos sucesso. O espaço continua aberto para manifestação dos interessados.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

Sugestões de pauta podem ser enviadas ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax