Cotidiano

Recursos destravam entrega de aparelhos nas UPAs e CRSs da Capital

Portarias estavam paradas desde 2013

Midiamax Publicado em 02/06/2017, às 15h06

None

Portarias estavam paradas desde 2013

UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e CRSs (Centros Regionais de Saúde) de Campo Grande serão equipados com aparelhos de monitoramento vital. Os recursos para liberação dos equipamentos estavam parados desde 2013 por entraves burocráticos. 

Conforme a Prefeitura, são 16 monitores portáteis de sinais vitais, sete desfibriladores e monitores de suporte avançado de vida, cinco oxímetros portáteis de pulso, três detectores fetais, oito carros maca, 10 otoscópio, 20  aspiradores elétricos móveis de secreção e 37 escadas clínicas de dois degraus.

“Estamos trabalhando para melhorar o acolhimento e o atendimento nas UPAs e CRSs em todos os casos. Por isso, precisamos reequipar os locais a fim de que todos pacientes sejam monitorados e tenham seus sinais vitais monitorados em suspeitas ou casos graves”, declara o coordenador de Urgência e Emergência, Yama Higa.

De acordo com as informações, na Capital são realizados, em média, cerca de 150 procedimentos todos os meses nas UPAs e CRSs. A entrega será realizada a partir da próxima segunda-feira (5).

Jornal Midiamax