Cotidiano

Prefeito revela que Justiça suspendeu demissão em massa da Omep e Seleta

Informação foi anunciada nesta sexta-feira

Midiamax Publicado em 06/01/2017, às 14h06

None
c3cd8935-d5f4-4db2-a318-f4dc65ee3169.jpg

Informação foi anunciada nesta sexta-feira

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) diz ter sido informado de que a ação que exige a demissão dos servidores contratados por meio dos convênios com a Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) e Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária) foi suspensa.

A informação foi anunciada pelo prefeito durante agenda pública na manhã desta sexta-feira (6). Segundo o chefe do Executivo municipal, a ação foi suspensa e os funcionários poderão retornar ao trabalho.

"Ainda não li a decisão, mas vou verificar. Até onde sei se a ação for suspensa o retorno dos trabalhadores é imediato", afirma.

Sobre o pagamento dos contratados por meio de ambos os convênios, o prefeito afirma que depois de ter mais informações a respeito da possível suspensão da ação que manda demitir os trabalhadores, o pagamento será realizado. 

"A decisão me proibia de fazer o pagamento. Assim que tiver mais informações sobre essa suspensão farei o pagamento o mais rápido possível.

De acordo com Marquinhos, caso as demissões tenham sido suspensas, os pagamentos referentes a novembro e ao décimo terceiro salário serão depositados. Já os pagamentos de dezembro serão efetuados de forma escalonada, assim como os demais servidores municipais. 

Nesta tarde, às 14 horas, o prefeito se reúne com uma comissão na Câmara de vereadores onde serão informados mais detalhes a respeito da decisão.

A presidente do Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Estado), Maria Joana Barreto Pereira, alega não ter mais informações a respeito do assunto, porém, afirma que também participará da reunião na Câmara Municipal.

Jornal Midiamax