Cotidiano

Iluminação e investimentos na área comercial são necessidades na Vila Carvalho

Reunião de revisão do Plano Diretor

Tatiana Marin Publicado em 21/06/2017, às 17h30

None

Reunião de revisão do Plano Diretor

A Vila Carvalho, conhecida pela escola de samba que leva o mesmo nome, é um dos bairros mais tradicionais da região central da capital. O local foi um dos primeiros a receber a reunião que discute a revisão do Plano Diretor de Campo Grande, porém o evento aconteceu sem a participação de moradores. Mas trabalhadores da região elencaram melhorias necessárias.

Entre os poucos participantes, uma das pessoas que presenciaram a reunião foi a merendeira da escola Bernardo Franco Baís, Abadia Cristina da Silva Rodrigues, de 54 anos que elencou algumas melhorias para a própria unidade educacional. “Precisa de uma estrutura melhor para as crianças. Quando chove elas se molham e precisa de um lugar melhor para as refeições”, solicita Abadia.

A merendeira vai embora a pé da escola e reclama da falta de iluminação pública por onde passa. “Ando 10 quadras para chegar em casa e é bem escuro por onde passo”, reclama.

Leandro Borges, de 34 anos, também não mora na Vila Carvalho, mas tem comércio na Avenida Calógeras. Fulano alerta que muitos comerciantes estão deixando a região e ele acredita que a motivação seja o abandono do poder público.

Iluminação e investimentos na área comercial são necessidades na Vila Carvalho

O bairro

A Vila Carvalho ocupa uma área de 74 hectares e com 3.074 habitantes e está situada na região urbana do Centro. O bairro tem 6,62% de vazios urbanos.

Segundo dados da Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano) 96,52% dos moradores tem fornecimento de água e 10% da população não é atingida pela rede de esgoto.

Jornal Midiamax