Cotidiano

Greve dos professores continua e atrasa início das aulas em Dourados

Professores vão protestar durante visita do Ministro da Educação às 18h30 em Dourados.

Midiamax Publicado em 21/08/2017, às 16h56

None

Professores vão protestar durante visita do Ministro da Educação às 18h30 em Dourados.

Os professores da Rede Municipal de Ensino decidiram hoje de manhã continuar com a greve anunciada na semana passada e para cumprir a determinação de uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça as aulas não começarão no horário habitual.

No período da manhã as aulas começarão às 08h30 e à tarde a partir das 14h30 terminando sempre no horário habitual. Esta foi a forma encontrada pelo Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados (SIMTED) a cumprir a determinação judicial que exigiu a permanência de 66% dos professores em sala de aula.

Como todos os professores estarão em sala de aula, hipoteticamente, o Simted está cumprindo a decisão judicial, mas para contrapor a Justiça e a pressionar a Prefeitura pelo cumprimento das exigências salariais os grevistas vão reduzir o tempo da hora aula de cinquenta minutos para apenas trinta minutos, ou seja, darão apenas dois terços das aulas.

Os grevistas exigem o cumprimento da Lei Nacional do Piso do Magistério, com reajuste de 7,64%; e o mesmo percentual para os/as servidores/as administrativos da REME, com pagamento de valores retroativos relativo ao mês de abril (data base).

No final da tarde por volta das 18h os professores grevista farão um protesto em frente ao Centro de Formação Profissional onde estará o Ministro da Educação Mendonça Filho que estará participando da solenidade de inauguração do prédio.

Jornal Midiamax