Cotidiano

Égua abandonada comove e mobiliza moradores, CCZ e funcionários

Animal estava próximo do pontilhão da BR-163

Raiane Carneiro Publicado em 14/12/2017, às 20h36

None

Animal estava próximo do pontilhão da BR-163

Uma égua foi encontrado, nesta quinta-feira (14), deitado na rua Darwin Dolabani, próximo do pontilhão da BR-163, no bairro Itamaracá. Conforme um auxiliar de escritório, o animal aparentava estar machucado e debilitado. O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) foi acionado, mas quando uma equipe chegou no local, um grupo de funcionários de uma empresa privada estava cuidando da égua.

O auxiliar de escritório Gualter Eugênio, 40 anos, informou ao Jornal Midiamax que viu a égua deitada na rua por volta das 11:40 da manhã. Por se comover com a situação, ele solicitou ajuda ao CCZ. “Fui pessoalmente no CCZ. Eles me disseram que iriam lá buscar o animal”, conta. Além do animal adulto, havia um filhote no local.

Quando solicitou o resgate no centro, Eugênio recebeu a informação de que outras pessoas já haviam avisado do abandono do animal. “E mais, me falaram que outras pessoas já tinham ligado lá, avisando”, lembra.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que o CCZ “faz o recolhimento de animais de grande porte, desde que estejam vivos, e o mesmo é feito por uma empresa terceirizada que possui contrato com o Município”.

Conforme a assessoria de imprensa da Sesau, quando a equipe chegou na rua indicada, encontrou um grupo de funcionários de uma empresa de nutrição animal no local. Os funcionários teriam se sensibilizado com a situação e estavam tentando ajudar a égua. O filhote não foi encontrado.Égua abandonada comove e mobiliza moradores, CCZ e funcionários

Segundo Eugênio, foram necessárias 6 pessoas para ajudar a colocar o animal no carro para ser levado até o CCZ.

Jornal Midiamax