Cotidiano

Crimes, atropelamento e pagamento de servidores: comece o dia bem informado

Tem ainda novidades sobre o lutador de artes marciais preso por estupro

Midiamax Publicado em 05/10/2017, às 08h00

None

Tem ainda novidades sobre o lutador de artes marciais preso por estupro

Para o leitor começar a quinta-feira (5) bem informado, o Midiamax separou as principais notícias. Tem a prisão de Cesare Battisti em Mato Grosso do Sul, um atropelamento incomum no Parque dos Poderes, a prisão de um jovem acusado de comandar uma rinha de galos no Jardim Noroeste, e a previsão de pagamento dos servidores públicos municipais, entre outros.

Prisão de Cesare Battisti

Italiano condenado à prisão perpétua, Cesare Battisti foi preso pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) quarta-feira (4) em Corumbá, na fronteira com a Bolívia. Ele tentava atravessar a fronteira com destino ao país vizinho.

Boa ação

Cansado de ver passageiros do transporte público esperando o ônibus em pé, um comerciante resolveu criar bancos de madeira e colocar em um ponto, mesmo sem receber nada em troca.

A própria filha

​O professor e lutador de artes marciais preso na última sexta-feira (29), após ter sido denunciado por estupro, já acumula cinco acusações por abuso sexual contra mulheres e crianças. Ele é suspeito também de estuprar a própria filha.

Salário na conta

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, falou dos esforços da prefeitura para pagar a folha dos servidores públicos até a próxima sexta-feira (6), que é o 5º dia útil.

Atropelado

Um veado foi atropelado no Parque dos Poderes na noite de terça-feira (3). Ele teve as patas traseiras quebradas e vários outros ferimentos, inclusive, na cabeça. O animal foi levado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras).

Rinha de galo

O Grupo de Operações de Investigação (GOI) da Polícia Civil prendeu um jovem de 22 anos, acusado de comandar uma rinha de galos no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Oito galos foram encontrados confinados em gaiolas de madeira apertadas.

Jovem decapitado

Encontrado carbonizado e decapitado no aterro sanitário de Campo Grande, Leoni de Moura Custódio, de 18 anos, pode ser mais uma vítima da guerra entre facções criminosas em Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax