Cotidiano

Com recorde de ocorrências, peritos passam por curso para atuar em locais de incêndio

  Curso foi promovido pelo Instituto de Criminalista

Midiamax Publicado em 13/08/2017, às 11h44

None

Curso foi promovido pelo Instituto de Criminalista

Diante do aumento de ocorrências de incêndios, o Instituto de Criminalista promoveu curso “Perícia em local de incêndios”. Participaram da capacitação, 43 peritos criminais de Campo Grande e de unidades regionais do Estado, além de agentes de polícia científica.

Os palestrantes foram os peritos criminais Cícero Wagner Calixto dos Santos, Aline Assunção Souza e Soraia Cristina Tiviroli Higa, todos do Instituto de Criminalística.

O curso abordou seis grandes temas: estatística de ocorrências, objetividade jurídica e sujeitos, introdução à ciência do fogo, perícia em incêndios em veículos, perícia em incêndios florestais e estrutura do laudo pericial.

Peritos oficiais ainda discutiram casos específicos e assistiram a vídeos de casos reais e simulações para identificar técnicas que vão ajudar a produzir laudos e provas periciais.

O trabalho da perícia em casos de incêndio é fundamental para garantir levantamentos precisos. Em situações onde há vítimas e até mesmo morte, os laudos garantem à investigação materialidade para o inquérito ser levado à Justiça.

O material do curso foi formatado pelo IC com 53 páginas e distribuído para todos os participantes. A carga horária total foi de 7 horas.

Com recorde de ocorrências, peritos passam por curso para atuar em locais de incêndio

Estatítica

Base de dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) mostra que em 2016, 394 ocorrências de incêndio foram registradas com acionamento da perícia. Entre janeiro de 2013 e junho de 2017, esse número chega a 1.809.

No caso de incêndios em mata ou floresta, ano passado foram 40 registros. No período de janeiro de 2013 a junho deste ano, estatística aponta para 93 ocorrências.

Jornal Midiamax