Cotidiano

Sem receber salários, funcionários da Omep e Seleta ameaçam parar

Se em 48h pagamento não for efetivado, trabalhadores vão paralisar atividades

Midiamax Publicado em 07/06/2016, às 18h24

None
img-20150514-wa0037.jpg

Se em 48h pagamento não for efetivado, trabalhadores vão paralisar atividades

Mais uma vez os funcionários da Seleta e da Omep, que atuam por meio de convênio com a prefeitura, em escolas e Ceinfs (Centro de Educação Infantil), enfrentam atraso de salários. Os trabalhadores ameaçam parar as atividades, já que segundo o Senalba (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional) as instituições empregadoras alegam que não há previsão para o acerto financeiro.

A presidente do Senalba, Maria Joana Barreto Pereira, informa que já encaminhou ofício às instituições e ao órgão envolvido para que resolvam a situação. “Se em 48 horas o pagamento não for efetivado, os trabalhadores iniciarão paralisação das atividades”, explica Maria Joana.

Segundo ela, se a paralisação acontecer cerca de 93 Ceinfs terão atendimento comprometido. “A paralisação será a última alternativa para os trabalhadores. Esperamos que as instituições empregadoras e prefeitura paguem, o quanto antes, os salários. Evitando, assim que a categoria tenha que suspender as atividades para reivindicar os seus salários”, ressalta a presidente.

Todo mês a mesma coisa

Trabalhadores reclamam que os atrasos são frequentes e com isso, todos os meses os compromissos também se acumulam, gerando juros e multas.

“Estamos cansadas de passar por isso. Fizemos a paralisação e ficaram de fazer acordo. O pagamento estava certo de sair no quinto dia útil. Não caiu nem salário, nem vale transporte. Todo mundo indo trabalhar sem ter recebido o beneficio. Na empresa e na prefeitura dizem que não há previsão”, critica uma trabalhadora.

Outra diz acreditar que isso seja mais uma forma de castigar os trabalhadores. “Estão retaliando. Vão nos mandar embora mesmo, mas quem está reclamando está indo antes”, diz, pedindo para não ser identificada.

Uma servidora lembra que apesar de hoje ser o dia de sair o pagamento, não houve o deposito. “O sindicato disse que o pagamento foi suspenso, por causa do TAC. Estão esperando o responsável do setor para ver como vai ficar”, pontua.

A presidente explica que o jurídico ligou ontem à tarde para a Prefeitura ver se sairia o pagamento, já que na Omep e Seleta disseram que não haveria previsão. “Diante disso ligamos para confirmar. Disseram que o secretário de finanças (Cesar Disney) estava viajando e chegaria na quarta- feira e que ai que veria os repasses. Não tem previsão de quando sairia o pagamento”, revela.

Jornal Midiamax