Cotidiano

Sem receber, funcionários interrompem limpeza nos postos de saúde da Capital

Pagamento deve ser efetuado nesta sexta-feira

Midiamax Publicado em 09/12/2016, às 13h52

(Foto: Arquivo Midiamax)
(Foto: Arquivo Midiamax) - (Foto: Arquivo Midiamax)

Pagamento deve ser efetuado nesta sexta-feira

Sem receber, funcionários da Mega Serv, empresa terceirizada pela Prefeitura e responsável pelo serviço de limpeza nas unidades de saúde de Campo Grande, decidiram paralisar os serviços na manhã desta sexta-feira (9). 

Segundo o presidente do Steac-MS (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação), Wilson Gomes da Costa, os trabalhadores não receberam o salário referente a novembro. Os vales transporte e alimentação também não foram repassados.

"Já tínhamos comunicado a empresa sobre a paralisação por falta de pagamento. Fizemos a assembleia hoje e os funcionários só voltam a trabalhar quando for tudo pago", observa. 

Conforme as informações, a empresa conta com cerca de 280 funcionários. Eles recebem R$ 1.200,00 além dos vale transporte e alimentação. 

A expectativa, de acordo com o presidente do STEAC-MS, é de que o pagamento seja depositado até as 14 horas de hoje. Caso isso não ocorra, a paralisação permanece e uma nova assembleia será realizada na segunda-feira (12).

Histórico

Mega Serv foi contratada, via procedimento licitatório, ainda na primeira gestão do ex-prefeito Alcides Bernal e, desde então, denúncias de atrasos de salários são constantes.

A empresa também esteve envolvida nas investigações da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote, junto das empresas Salute e Jagas, que resultaram na cassação do primeiro mandato de Bernal, por uma série de irregularidades.

Jornal Midiamax