Cotidiano

Sem ação da Prefeitura, moradores do Oiti fecham nova rua

Rua foi interditada durante a madrugada

Midiamax Publicado em 15/03/2016, às 15h16

None
img-20160315-wa0046.jpg

Rua foi interditada durante a madrugada

Sem ação da Prefeitura, para solução de problemas antigos, os moradores do Residencial Oiti fecharam nova rua no bairro e esperam que com isso as autoridades olhem para eles. Há uma semana o jornal Midiamax esteve no local para retratar o protesto de moradores, que fecharam a rua Hellaine de Moura Castro. Nesta terça-feira (15) foi a vez da rua A rua João Francisco Damasceno acordar interditada. Os moradores reclamam que após as chuvas as ruas são tomadas por entulho que desce do Jardim panorama e deixa o local intransitável.

O policial militar, Eldo Maciel, 41 anos, diz que se surpreendeu logo cedo com a rua interdita. “Não sei que fechou, creio que foram os próprios moradores em protesto. Mas olha o transtorno. O ônibus tem que desviar para passar”, diz.

Ele explica que há muita reclamação quanto aos transtornos causados pela chuva. “O motivo do bloqueio é a chuva que traz terra e entulhos de outras ruas para cá. A prefeitura já foi avisada e não faz nada”, reclama.

Há uma semana o Jornal Midiamax conversou com moradores da rua Hellaine de Moura Castro, que disseram estar cansadas da ineficiência da Prefeitura e por isso trancaram a rua na esperança de ver algo ser feito.

“Eu mesmo peguei a pá e pus a mão na massa. Toda vez que chove é isso. Primeiro a lama, depois um morro de sujeira. Se a gente não faz nada, fica dias ai sem providência alguma. Esta a sexta vez que protestamos”, contou Márcio David do Santos, 36 anos, motorista de ônibus,

Sem ação da Prefeitura, moradores do Oiti fecham nova ruaEle disse que juntou a sujeira que veio da enxurrada e fez a barragem que fechou a via. Segundo ele, somente com ações radicais, a Prefeitura olha para o bairro e limpa os dejetos.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura, que ficou de verificar a situação e responder se havia prazo para a solução do problema. Nesta terça, eles disseram que a equipe de engenharia da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) irá até o local para verificar se o problema é de drenagem e se precisa colocar mais boca de lobo para poder resolver. Eles disseram ainda que equipe de limpeza também passará no local para verificar se as bocas de lobo estão estupidas.

Jornal Midiamax