Cotidiano

PMA prende dois por pesca predatória no rio Pardo e aplica multa de R$ 2,2 mil

Pescadores foram autuados em flagrante

Tatiana Marin Publicado em 26/10/2016, às 21h41

None
foto01.jpg

Pescadores foram autuados em flagrante

Dois pescadores foram presos por pesca predatória nesta quarta-feira (25) no rio Pardo, a 10 quilômetros do município de Bataguassu, distante 340 quilômetros de Campo Grande. Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental) os infratores, que utilizavam de rede de pesca de 44 metros, foram multados em R$ 2,2 mil e autuados em flagrante.

Além das redes, que tinham alto poder de degradação de cardumes, um barco, um motor de popa e duas carretilhas utilizadas por eles foram apreendidas. No momento da fiscalização realizada por policiais ambientais, os infratores estavam em uma embarcação e partiriam para um acampamento à margem do rio. Alguns exemplares que estavam presos à rede ainda estavam vivos e foram devolvidos à água.

Os infratores, de 54 e 29 anos, residentes em Bataguassu receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com os materiais apreendidos, à delegacia de Polícia Civil de Bataguassu, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax