Cotidiano

Pela paz, movimento Mães da Fronteira organiza feira após 4 anos da morte de jovens

Breno e Leonardo foram mortos em 2012 

Ana Paula Chuva Publicado em 04/08/2016, às 18h09

None
13900332_745516005550754_2954730083988116134_n.jpg

Breno e Leonardo foram mortos em 2012 

O Movimento Mães da Fronteira fará no dia 21 de agosto o lançamento da Feira dos Amigos da Fronteira junto com uma missa campal em homenagem aos 4 anos da morte de Breno Silvestrini e Leonardo Fernandes. Os dois jovens foram sequestrados e brutalmente assassinados no dia 30 de Agosto de 2012.

O evento começará às 9h com uma missa campal e logo após será lançada a Feira dos Amigos da Fronteira que termina às 17h. “A ideia é fazer da praça um lugar para as pessoas aproveitarem e passarem um dia agradável ajudando as pessoas que fazem artesanato”, disse Lilian Silvestrini, uma das fundadoras da Associação Mães da Fronteira.

“Nós teremos shows, artesanatos, comida. Uma das atrações confirmadas é o grupo Acaba, mas teremos outras atrações musicais conhecidas. Não teremos arrecadação financeira todo dinheiro da venda será dos próprios vendedores. Nosso único objetivo é promover a paz em homenagem aos nossos filhos e por isso o nosso desejo é fazer a feira no terceiro domingo de cada mês, numa proporção menor do lançamento mas com o mesmo objetivo.”, afirmou Lilian.

Lilian também informou que a partir de 2017 o objeitvo é transformar a missa campal em um culto ecumênico. “Nosso objetivo é congregar pessoas para promovermos a paz, então é justo envolvermos todas as religiões no movimento”, concluiu.

Evento

A Feira será realizada no Bosque da Paz, que fica na rua Kame Takaiassu, 732 no Carandá Bosque. A estrutura está sendo organizada pela Associação Mães da Fronteira e o evento terá área de lazer para as crianças, participações musicais, venda de artesanatos, food truck, bike truck e uma área para associados e os que queiram se associar em busca da paz.

O início está marcado para as 9h da manhã com uma missa campal e em seguida o lançamento da feira com encerramento às 17h.

Para maiores informações, sobre como participar e os detalhes é só procurar a Associação Mães da Fronteira através do site: http://maesdafronteira.wix.com/maesdafronteira.

O caso

Breno Silvestrini e Leonardo Fernandos foram mrotos no dia 30 de agosto de 2012 após terem sido sequestrados na saída de um bar na Capital. Na época Breno estava com 18 anos e Leonardo com 19 anos. Ambos acadêmicos na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

A associação Mãe da Fronteira nasceu do desejo da Lilian Silvestrini e da Angela Fernandes, mães do Breno e do Leonardo, com o objetivo de promover ações em busca da paz na fronteira. 

Jornal Midiamax