Cotidiano

Maçons de MS farão ato contra corrupção e movimento pró-impeachment

Grupo espera reunir 1,5 mil pessoas entre maçons e familiares

Midiamax Publicado em 26/02/2016, às 16h28

None
macons.jpg

Grupo espera reunir 1,5 mil pessoas entre maçons e familiares

As três potências maçônicas de Mato Grosso do Sul confirmaram, nesta sexta-feira (26), que irão se juntar à manifestação pró-impeachment, marcada para o próximo dia 13 de março. Segundo o organizador do grupo, Valdeci Alves Batista, o objetivo é formar um grande ato contra a corrupção no Brasil.

Valdeci explica que será o segundo movimento maçônico realizado em Campo Grande, e que desta vez, a expectativa é reunir aproximadamente 1,5 mil pessoas, entre maçons e familiares. “Não estaremos paramentados. Vamos protestar usando terno preto. Nosso compromisso maior é lutar contra todo e qualquer tipo de corrupção”, diz. O primeiro ato do grupo, no mesmo sentido, ocorreu em março do ano passado.

Para o objetivo de alcançar o maior número de maçons possível, o coordenador diz que todas as cidades do Estado estão sendo mobilizadas. Em Mato Grosso do Sul, a Loja é divida em três potências: Grande Loja Maçônica MS; Grande Oriente do Brasil e GOB/MS Grande Ordem do Brasil de Mato Grosso do Sul.

Conforme a organização, no dia do manifesto, os maçons irão reunir-se na Loja Oriente Maracaju, na Avenida Calógeras por volta das 14h30. Depois, o grupo segue para a praça Ary Coelho, onde vão dar apoio ao movimento nacional.

Em Campo Grande, os protestos pró-impeachment são conduzidos por grupos como Avança Brasil, Chega de Impostos, Pátria Livre e Nas Ruas MS. 

Jornal Midiamax