Cotidiano

Falta de pediatras continua em unidades de saúde da Capital

De manhã e à tarde apenas duas UPAs contam com especialistas

Midiamax Publicado em 28/06/2016, às 11h03

None
plantao_28_06_16_ok.jpg

De manhã e à tarde apenas duas UPAs contam com especialistas

A falta de médicos especialistas em atendimento infantil continua para quem depende da saúde pública de Campo Grande. Nesta terça-feira (28), apenas oito pediatras estarão disponíveis pela manhã. À tarde a quantidade de especialistas é a mesma.

Conforme a escala médica divulgada nesta manhã, 43 clínicos gerais estarão disponíveis. Eles atendem em nove unidades de saúde sendo, cinco UPAs (Unidades de Pronto Atendimento Comunitário) e quatro CRSs (Centros Regionais de Saúde).

Já a quantidade de pediatras é bem menor, apenas oito especialistas atenderão pela manhã, sendo quatro na UPA Vila Almeida, na região oeste da Capital e outros quatro na UPA Coronel Antonino, no norte da cidade.

À tarde serão 33 clínicos gerais nas UPAs e CRSs e oito especialistas em saúde infantil, sendo três na UPA Coronel Antonino e outros cinco na UPA Universitário.

No plantão à noite a quantidade de profissionais é maior. São 49 clínicos gerais e 34 pediatras distribuídos nas UPAs Vila Almeida, Coronel Antonino, Leblom, Moreninha e Universitária, além dos CRS, Coophavilla II, Nova Bahia e Tiradentes.

Não haverá pediatra no CRS Aero Rancho. Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, os pacientes serão atendidos considerando a classificação de risco e, caso haja superlotação, a unidade móvel será acionada.

Veja a escala completa abaixo:

Divulgação PMCG

Jornal Midiamax