Cotidiano

Exército vai abrir inquérito para apurar se incêndio em quartel foi criminoso

Fogo atingiu almoxarifado

Wendy Tonhati Publicado em 05/09/2016, às 13h27

None
626836c6-e482-47ba-ac73-96e6e859d614.jpg

Fogo atingiu almoxarifado

O Exército vai abrir um inquérito militar para apurar a causa do incêndio que atingiu, na manhã desta segunda-feira (5), o almoxarifado do quartel da 2ª Companhia de Fronteira, em Porto Murtinho, a 454 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o CMO (Comando Militar do Oeste), o incêndio foi controlado por militares do Exército e do Corpo de Bombeiros. Já foi confirmado que não há vítimas e o Exército trabalha no levantamento dos danos causados. 

Ainda não há informações sobre o causou o fogo. Não é descartada a hipótese de incêndio criminoso, o que será apurado no procedimento investigativo. 

O incêndio começou por volta das 8 horas e a fumaça atingiu mais de 100 metros de altura, cobrindo parte da cidade e assustando moradores. Um leitor do Jornal Midiamax encaminhou um vídeo em que é possível ver a fumaça tomando conta da cidade.

Veja o vídeo

Jornal Midiamax