Cotidiano

Examinadores do Detran-MS param em quase todo o Estado por diárias

Apenas Campo Grande e Dourados mantêm prova prática

Midiamax Publicado em 03/08/2016, às 11h12

None
download.jpg

Apenas Campo Grande e Dourados mantêm prova prática

Sem resposta sobre o pedido de aumento do valor das diárias, servidores do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) que realizam exames práticos no interior do Estado, interromperam as atividades em 76 municípios. Apenas Campo Grande e Dourados mantêm o serviço. 

O  presidente do Sindetran-MS (Sindicato dos Servidores do Detran/MS), Jonas Corrêa da Costa, explica que durante assembleia realizada no dia 9 de julho, a categoria votou o aumento de R$ 75,00 para R$ 250,00, no entanto, não houve resposta. 

"Hoje o que eles recebem têm de usar para pagar o hotel, não sobra para a alimentação. A diária paga é insuficiente e não supre as despesas com a viagem", justifica. Costa destaca que o Detran-MS foi informado da paralisação dos exames no interior do Estado no dia 15 de julho.

O serviço foi interrompido nessa segunda-feira (1º) e não há previsão para que seja normalizado. "Informamos que caso não houvesse contraproposta, a partir do dia 1º de agosto os servidores deixariam de viajar para o interior. Agora vai depender do governo do Estado", frisa. 

Conforme dados do Sindetran-MS, diariamente, são realizados em torno de 600 exames em todo o Estado. Com a paralisação dos serviços, estima-se que aproximadamente 300 exames deixem de ser feitos todos os dias. 

Manifestação –

No dia 30 de junho os servidores participaram de uma manifestação pacífica referente à produtividade paga aos funcionários do órgão, que naquele mês não foi adicionado aos salários. No protesto, os trabalhadores decidiram usar as mesmas camisetas pretas utilizadas durante o movimento grevista e exigem prestação de contas.

O presidente do Sindetran-MS diz que até o momento o problema não foi solucionado. “Não foi resolvido. Oficiamos o Detran-MS para que disponibilizasse o balancete e estamos em fase final da análise dos números para sabermos se está correto ou não”. A previsão é de que as contas estejam analisadas em até 10 dias. 

Jornal Midiamax