Cotidiano

Em nota, prefeitura esclarece sobre material jogado em buracos de vias

Colocada para diminuir o impacto

Diego Alves Publicado em 28/01/2016, às 23h49

None
buracos.jpg

Colocada para diminuir o impacto

Em nota, a prefeitura de Campo Grande explicou sobre o material que está sendo colocado em buracos nas ruas da cidade. De acordo com a Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura) trata-se de bica corrida  que é a mistura de pó de pedra com brita.

Ainda segundo a prefeitura, a bica corrida é colocada para diminuir o impacto dos buracos até que eles sejam tapados, o que segundo o executivo já ocorre no dia seguinte. A equipe da Seintrha utilizou o material nesta quarta-feira (27) em buracos na Avenida Euller de Azevedo e Presidente Vargas, que ficam na Região Urbana do Imbirussu.

Já nesta quinta-feira (28), os trechos que estavam com a bica corrida receberam mais uma camada do produto e na sequência o CBUQ (Concreto Asfaltico Usinado a Quente).

Segundo a secretaria, a região do Imbirussu é onde concentra mais buracos na Capital. Duas empresas terceirizadas realizam o serviço e deverá receber reforços. Também foi informado que de novembro até a primeira quinzena de janeiro foram tapados 36.148 buracos.

Bica corrida – é obtida dos resíduos da construção civil e demolição, mas com característica diferente. Livre de impurezas e isenta de materiais que prejudicam a compactação, tais como terrões de argila e matéria orgânica.

Jornal Midiamax