Cotidiano

Domingo será último dia de atendimento do CRS Guanandy

CRS passará a atender extraordinariamente no horário das 17h às 21h 

Midiamax Publicado em 05/04/2016, às 13h00

None
_mg_9409_0.jpg

CRS passará a atender extraordinariamente no horário das 17h às 21h 

Alvo de inúmeras reclamações sobre demora no atendimento, estrutura precária, fezes de pombo e mau cheiro, que vem da água empossada nos fundos da área onde os pacientes aguardam pela consulta médica, CRS (Centro Regional de Saúde) Guanandi será fechado com a inauguração da UPA (Unidade de Pronto Atendimento de Urgência) Leblon, que ficará responsável pela demanda da região. O centro passará a funcionar em horário especial.

O atendimento em horário comercial do CRS termina neste domingo (10). A partir de segunda-feira (11), os serviços começam a funcionar na UPA Leblon. As equipes que atuavam no centro regional também vão ser transferidas para a nova unidade.

Apesar de a mudança prometer melhorias, a quem acredite que o CRS não deveria parar os atendimentos. Vizinho da nova UPA Jardim Leblon, Antônio Pelegrin, de 75 anos, diz que mesmo com a inauguração da unidade de atendimento, o CRS deveria continuar com os atendimentos. “Moro a três quadras de lá, então, pra mim será muito melhor, mas acho que não deveriam fechar o CRS. Tem muita gente que precisa de médico”, justifica.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o CRS Guanandy será desativado como CRS, passando a atender extraordinariamente ambulatorial no horário estendido das 17h às 21h e deverá acolher um Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS i) e um Centro de Especialidades Infantil (CEI).

Ainda conforme a assessoria, o edifício da Unidade será reformado sem que haja prejuízo ou interrupção no atendimento. A reforma será feita em módulos.

Jornal Midiamax