Cotidiano

Direto da cadeia, artesanato é vendido em feira na Capital

​Exposição é aberta ao público até a próxima sexta

Midiamax Publicado em 03/05/2016, às 17h38

None
kk.jpg

​Exposição é aberta ao público até a próxima sexta

O saguão do Fórum de Campo Grande recebe uma exposição de artesanatos, pinturas em telas e cerâmicas, feitas por detentos de regime fechado até a próxima sexta-feira (6). Esta é a 4ª feira do projeto, que tem a parceria do TJMS, Ministério Público Estadual, Agepen, Conselho da Comunidade e Funsat.

Na exposição é possível adquirir diversos produtos tais como: tapetes bordados de várias cores e modelos, panos de prato, conjuntos para banheiro, caixas de madeiras para guardar objetos e bijuterias, porta chá, bandeja para café da manhã, mantas e demais produtos para utilidades domésticas.

No trabalho de pinturas em tela encontram-se paisagens do Pantanal como animais e frutas da região, além de  imagens da cultura indígena. Porém, caso a pessoa quiser um outro tipo de desenho, basta levar uma foto ou um desenho que o artista produz o material. Quanto ao trabalho na cerâmica, o artesão elabora paisagens relacionadas à natureza.

A idealizadora do projeto, promotora de justiça Jiskia Sandri Trentin, ressalta que o projeto começou em 2014 e que pretende em parceria realizar ao longo do ano mais exposições. Ainda conforme a promotora, a maioria dos detentos tem a carteira de artesão e que, além disso, esta é a 1ª vez que um detento pode mostrar as suas habilidades de pintura ao vivo, como uma forma de divulgar os trabalhos desses internos. “Está tendo um bom resultado fora e dentro da unidade.” conclui a promotora.

Para o detento Everton Quinhones Ribeiro, que há três anos desenvolve o trabalho artístico, esta é uma ótima oportunidade para poder vender ainda mais os seus trabalhos, pois em 30 minutos de amostra já tinha vendido duas telas de cerâmicas. “Uma chance única para mostrar o meu talento”.

A exposição é aberta ao público até a próxima sexta-feira (6), das 12 às 19 horas, e as formas de pagamento são em dinheiro, cartão de débito/crédito e dependendo do valor as compras podem ser parceladas.

Jornal Midiamax