Cotidiano

Desempregada, com filho deficiente, mãe espera há 14 anos por casa da Emha

Somente o marido trabalha registrado

Gerciane Alves Publicado em 10/03/2016, às 20h44

None
emha400x300.jpg

Somente o marido trabalha registrado

O sonho da casa própria é compartilhado por milhões de pessoas que querem sair do aluguel e ter um lar para chamar de seu. O problema é que para alguns a espera para realizar este sonho é tão grande que as esperanças de um dia realizá-lo vão diminuindo. Para a diarista Josiane Avalo da costa, 33 anos, esta espera já dura 14 anos. Desempregada, com filho deficiente, mãe espera há 14 anos por casa da Emha

Morando de aluguel, a diarista conta que é cadastrada na Ehma (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande), mas há 14 anos ela espera na lista de contemplados. Desempregada e com quatro filhos, de 14, 7,4 e 1 ano, ela ressalta que está desempregada e vive com o que o marido ganha e de serviços temporários.

“Meu marido trabalha varrendo a rua e ganha pouco. Faz tempo que eu não arrumo um serviço registrado então faço umas diárias para conseguir pelo menos cem reais”, explica. Josiane diz que fora o salário do marido e o que ganha nas diárias a renda da família é complementada com R$ 200 que recebe de um programa do Governo Federal.

Além de todas as dificuldades, Josiane desta ainda que o filho mais velho possui uma deficiência e depende muito dela. “Ele tem transtorno bipolar, toma remédio controlado e é um menino agressivo. Eu levei ele no INSS para tentar algum benefício pra ele, mas disseram que no caso dele não dá pra fazer nada”, salienta.

Sobre os motivos da demora em ser contemplada, a diarista diz que foi orientada procurar uma pessoa específica na Agência, mas que nunca consegue localizá-la. Além disso, já foi dito a ela que o problema está no valor de sua renda. “Me disseram que é por causa dos R$ 1.800 que eu disse que eu disse que recebo. Que pra ser contemplado tem que receber só um salário mínimo”, explica.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Campo Grande para obter informações sobre os motivos que fazem com que a diarista não ter sido contemplada ainda, mas sua assessoria de comunicação informou apenas os caminhos para realizar o cadastro e requisitos para ser selecionado.

Jornal Midiamax