Cotidiano

Depois de limpeza ser interrompida em postos de saúde, empresa começa a pagar funcionários

Algumas unidades ainda estão sem serviço

Midiamax Publicado em 19/10/2016, às 15h01

None
mega_serv.jpg

Algumas unidades ainda estão sem serviço

Pouco mais de 24 horas depois da assembleia na qual foi votada a interrupção dos serviços de limpeza nas unidades de saúde de Campo Grande a Mega Serv, que presta serviços à Prefeitura da Capital, afirmou ao Steac-MS (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação), que o salário dos trabalhadores começou a ser depositado nesta quarta-feira (19).

De acordo com o vice-presidente do Steac-MS, Ton Jean Ramalho Ferreira, o pagamento foi confirmado por alguns trabalhadores, no entanto, a liberação ocorre de forma gradativa. "Estávamos reunidos para uma nova assembleia quando recebemos a ligação de representantes da empresa confirmando o pagamento. A informação foi constatada por alguns trabalhadores", relata.

Nessa terça-feira (18), os funcionários haviam votado pela interrupção dos serviços. O vice-presidente do Steac-MS explica que o retorno das atividades ocorre à medida que o pagamento for liberado a cada funcionário. "Alguns já receberam e voltaram ao trabalho. Os que ainda não receberam, só voltam quando o pagamento estiver na conta", observa.

O pagamento começou a ser liberado às 10 horas de hoje e a previsão é de que até à tarde esteja disponível para todos os trabalhadores. O salário estava atrasado há 12 dias. 

Mega Serv-

A Mega Serv foi contratada ainda na primeira gestão do prefeito Alcides Bernal e, desde então, denúncias de atrasos de salários são constantes. Em maio deste ano, funcionários da Mega Serv denunciaram a falta de pagamento e organizaram protestos. A empresa também esteve envolvida nas investigações da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote.

Jornal Midiamax