Cotidiano

Decreto renova incentivo financeiro para professores de 81 escolas estaduais

Unidades são consideradas de difícil acesso

Jessica Benitez Publicado em 20/01/2016, às 12h40

None
professor1.jpg

Unidades são consideradas de difícil acesso

 Oitenta e uma escolas da rede estadual de ensino foram reclassificadas como de difícil acesso ou provimento e, por isso, os educadores que atuam nas unidades receberão incentivo financeiro com validade a contar do ano letivo de 2016, segundo decreto publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (20).

“Aos profissionais da Educação Básica, em efetivo exercício nas escolas estaduais ou nas extensões escolares classificadas como de difícil acesso ou provimento, será concedido incentivo financeiro, nos termos do Decreto nº 12.800, de 12 de agosto de 2009, com validade a contar do início do ano letivo de 2016”, diz o texto.

Embora as assinaturas sejam da governadora em exercício Rose Modesto (PSDB) e da secretária Estadual de Educação, Maria Cecília Amendôla da Motta, a titular da pasta não soube responder de quanto será a verba porque acabou de chegar de Brasília. A publicação não detalha números. Segundo assessoria de imprensa o valor será de 10% em cima do que o professor recebe pela carga horária.

As unidades estão localizadas em assentamentos, colônias, povoados, fazendas, distritos e aldeias de inúmeras cidades sul-mato-grossenses. Em Campo Grande, por exemplo, serão beneficiados os servidores das escolas estaduais Prof. Ulisses Serra Núcleo Industrial no Núcleo Industrial; Extensão 1 – Sala Isauro Bento Nogueira no Distrito Anhanduí; Extensão 2 – Sala Santa Luzia na Fazenda Girassol e Extensão 3 – Sala São Benedito no Assentamento São Benedito. Veja a lista completa aqui.

Em outro decreto Rose integra a Escola Estadual Guaicuru à Escola Estadual Maria José, ambas localizadas no Município de Anaurilândia. Fica a secretária de Educação incumbida de “prover a Escola Estadual Maria José com recursos materiais e humanos necessários ao seu funcionamento, nos moldes das unidades escolares pertencentes à Rede Estadual de Ensino; destinação aos arquivos da unidade integrada e assegurar, no que couber, os atos legais referentes à Escola Estadual Guaicuru”.

Jornal Midiamax