Cotidiano

Chuvas começam a dar trégua, mas Defesa Civil permanece em alerta no Estado

Até o momento, 37 cidades decretaram estado de emergência

Clayton Neves Publicado em 01/03/2016, às 18h15

None
img-20151206-wa0089.jpg

Até o momento, 37 cidades decretaram estado de emergência

Mesmo sob controle, as enchentes registradas em diversos municípios de Mato Grosso do Sul por causa das intensas chuvas, ainda fazem com que a Defesa Civil de Mato Groso do Sul continuem em alerta. Até o momento, 37 cidades decretaram estado de emergência, destes, 34 foram reconhecidos pelo governo do Estado e 22 pela União.

A situação mais crítica é registrada nas regiões banhadas pelos rios Dourados e Apa, ambos acima do limite de alerta da Defesa Civil. Em Caarapó, as águas do rio Dourados chegaram a avançar sobre a rodovia, dificultando o trânsito.

Em Fátima do Sul, cidade que ainda se recupera dos estragos, foi preciso que a prefeitura se encarregasse de retirar 12 famílias do lugar onde vivem. Na região, o rio Dourados está 5 metros acima do normal e, por causa disso, casas foram alagadas e um trecho da rodovia MS-376 foi encoberto pela água.

Outro município que soma estragos é Jateí. Por lá, de acordo com a Defesa Civil, a força das inundações tem provocado o aumento de crateras nas ruas da cidade. Contudo, não há o registro de problemas envolvendo moradores.

De acordo com o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Isaías Bittencourt, a tendência é que a situação melhore nos próximos dias. Segundo ele, a expectativa é de que o nível das águas nos rios que estão acima da média voltem ao normal, porém, isso não é motivo para que o órgão não continue monitorando os municípios. 

“A tendência é de que o nível da água diminua assim como aconteceu em Bela Vista na emana passada. Temos a previsão do órgão estadual de meteorologia que diz que em boa parte do Estado a chuva só dura até amanhã e isso nos anima, mas não nos tranquiliza”, conclui.  

Jornal Midiamax