Cotidiano

Aluno que deu bebida alcoólica a aluna de 14 anos é expulso, segundo Conselho

Estudante foi encaminhada a Pronto Socorro

Midiamax Publicado em 27/10/2016, às 21h35

Foto: Arquivo / Midiamax
Foto: Arquivo / Midiamax - Foto: Arquivo / Midiamax

Estudante foi encaminhada a Pronto Socorro

O aluno que forneceu bebida alcoólica a garota de 14 anos foi expulso da Escola Municipal Professora Maria Lúcia Passarelli, que fica bairro Aero Rancho, segundo o Conselho Tutelar de Campo Grande. O caso aconteceu na terça-feira (25) após uma comemoração de fim de bimestre.

A mãe e a garota estiveram nesta quinta-feira (27) no Conselho Tutelar. De acordo com a conselheira Janaine Pereira de Oliveira, a escola ainda não comunicou o fato para o Conselho. “A diretora disse a mãe da criança que entraria em contato com o Conselho, mas até agora não recebemos nada. Quem nos informou do ocorrido foi o posto de saúde. Se a gente soubesse na hora, a gente teria tomada as providências”, diz ela.

A mãe da criança contou a conselheira que na ‘discoteca’ para comemorar o fim do bimestre quase todos os adolescentes teriam bebido, mas que sua filha estava pior. “Ela disse que a diretora ligou para ela pedindo para ir buscar a menina que estava bêbada. No local, a mãe disse que ela tava quase desmaiada, e pediu para chamar os Bombeiros. A diretora ofereceu o carro, e a mãe não aceitou”, relata Janaine.

Aluno que deu bebida alcoólica a aluna de 14 anos é expulso, segundo ConselhoPara a conselheira, “a diretora agiu com negligência e omissão, porque se está dentro da escola é responsabilidade da escola”. Segundo ela, os outros alunos foram liberados.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a diretora, mas não a encontrou na escola nesta tarde.

Sobre o caso

Uma estudante de 14 anos passou mal depois de ingerir bebida alcoólica em uma festa em comemoração ao encerramento do bimestre, dentro da sala de aula. A diretora instituição, Dalvelisa Leite Ferreira, disse que os alunos receberam as notas, e foram dispensados às 9h, mas continuaram na escola para comemorar. A bebida, vinho com catuaba, conforme informado pelos alunos a diretora, estaria escondida na mochila deles.

Seriam 2 meninos, de 16 anos, e a adolescente, todos alunos do 9º ano, conforme a informação dada à reportagem. De acordo com a diretora, logo que uma professora percebeu que os estudantes estavam consumindo bebida alcoólica, o produto foi retirado deles. Era tarde, a menina já havia passado mal. Conforme as informações, a estudante chegou a vomitar.

O padrasto, que é policial militar, ficou sabendo e acionou o Corpo de Bombeiros, que socorreu a garota e levou para o CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Aero Rancho. A menina tomou soro e ficou em observação.

Jornal Midiamax