Cotidiano

‘Tem uma anta na Sesau’: polícia tem trabalho para retirar animal de órgão público

Foi necessária a ajuda de seis homens para capturá-la 

Midiamax Publicado em 29/04/2015, às 10h59

None
img-20150429-wa0017.jpg

Foi necessária a ajuda de seis homens para capturá-la 

Uma anta foi capturada, por volta das 7 horas da manhã desta quarta-feira (29), dentro do pátio da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que fica no centro de Campo Grande. Foram necessários seis homens para capturá-la, uma vez que o bicho é considerado de grande porte.

De acordo com o vigia da Sesau, Arão Silva Rocha, de 62 anos, o animal chegou ao local por volta das 2 horas, mas só ao amanhecer a PMA (Polícia Militar Ambiental) foi chamada. “Quando a vi fiquei tranquilo, pois sei que ela não faz mal algum, mas o pessoal teve muito trabalho para prendê-la, já que é muito forte e pesada”, conta.

Uma funcionária da Sesau, que preferiu não ser identificada, ressaltou que o bicho era manso e passeava tranquilamente entre os carros estacionados no pátio. “Ela estava bem calminha, achei que alguém havia soltado o animal aqui dentro, mas depois descobri que ela veio caminhando do mato”, diz.

De acordo com a PMA, a anta foi levada para o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) onde passará por avaliação a fim de ser solta, posteriormente.

Embora a aparição cause estranheza na maioria das pessoas, por ter ocorrida em plena Avenida Afonso Pena, a mais movimentada da Capital, o major Queiroz, da PMA, informou que isso é mais comum do que se pensa.

“Com o desmatamento, os bichos vem andando em busca de alimento. Esta, por exemplo, deve ter vindo de uma fazenda, pois os parques da cidade não têm população de antas”, revela o major.

De acordo com Queiroz, a população tem um canal para comunicar aparições de bichos. Para isso, basta ligar para: 3357-1500.

Jornal Midiamax