Cotidiano

Solurb assume dificuldade para realizar coleta e culpa atraso de pagamento

Empresa considera possibilidade de nova paralisação

Midiamax Publicado em 14/10/2015, às 15h42

None
solurb_0.jpg

Empresa considera possibilidade de nova paralisação

A CG Solurb Soluções Ambientais, concessionária responsável pelos serviços de limpeza urbana e manejo dos resíduos de Campo Grande, adimitiu que houve problemas para realizar a coleta de lixo na Capital. A secretária da superintendência da empresa, Lucimara Nunes, alega falta de recursos para realizar os serviços.

Conforme as informações, os problemas foram registrados na noite dessa terça-feira (13) e na manhã desta quarta-feira (14). Na tade de ontem, a empresa encaminhou um documento solicitando uma reunião com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), a fim de discutir o assunto, o que ainda não ocorreu.

De acordo com as informações, ainda não houve liberação do dinheiro bloqueado pela Justiça para o pagamento da empresa. Até o momento, foram bloqueados pouco mais de R$ 500 mil.

“A prefeitura já foi informada da situação. Mesmo com os pagamentos atrasados há mais de 90 dias, até o presente momento, a PMCG não nos posicionou quanto a possibilidade de pagamentos, nem qualquer agendamento para debater o assunto”, afirma Lucimara.

Por conta da situação, a empresa não descarta a possibilidade de paralisação. “Caso a empresa não tenha liberação do dinheiro bloqueado pela justiça ou o pagamento realizado por parte da PMCG, provavelmente a falta de insumos e pagamentos aos fornecedores, acarretará em suspensão dos serviços, até que a empresa possa saldar os compromissos com os fornecedores e ter o fornecimento dos insumos reestabelecidos”, frisa.

Paralisações –

Nos últimos dois meses, os funcionários da Solurb realizaram duas paralisações por conta de atrasos salariais. A greve mais recente terminou na última sexta-feira (9) depois de três dias sem coleta.  

Jornal Midiamax