Cotidiano

Sindicato aguarda assembleia para divulgar dados de paralisação

ACP tem reunião marcada para esta tarde

Midiamax Publicado em 18/06/2015, às 17h26

None
img-20150617-wa0074.jpg

ACP tem reunião marcada para esta tarde

O presidente do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Gonçalves, disse que só vai divulgar os dados de quantas profissionais e quantas unidades escolares estão paradas com a greve nesta quinta-feira (18). Gonçalves não quis comentar os dados divulgados pela Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Segundo o representante dos docentes da Reme (Rede Municipal de Ensino), o professor não está feliz com o que está acontecendo e que todos esperam que a Prefeitura cumpra a lei e equipare o piso salarial de 20 horas/aula.

“A prefeitura está fazendo o jogo dela. A categoria tem que voltar com o dever de que a Prefeitura está fazendo a sua parte”.

Gonçalves reconheceu que grande parte dos professores estão trabalhando, mas advertiu que muitos não estão contentes. “As escolas que estão dando aula o professor não está satisfeito com o que está acontecendo. Para nós é triste que 27% da categoria está paralisada”.

O sindicato vai realizar uma assembleia às 15h para divulgar os dados de quantos docentes e quantas unidades escolares estão paradas. Segundo a prefeitura, 83% das escolas estão em aula e apenas 16 das 94 unidades estão totalmente paralisadas.

Segundo o executivo, a quantidade de unidades onde as escolas estão normalizadas passou de 44 para 45 e a quantidades dos estabelecimentos de ensino onde a adesão é parcial, aumentou de 20 para 33.

Jornal Midiamax