Cotidiano

Sem rodada de negociação marcada, bancários entram em greve nesta terça

Capital tem 130 agências

Wendy Tonhati Publicado em 05/10/2015, às 15h57

None
bancos_1_2.jpg

Capital tem 130 agências

Após deliberação em assembleia na última quinta-feira (1°) e sem uma nova rodada de negociação agendada, os bancários vão entrar em greve na próxima terça-feira (6). De acordo com o Sindicário (Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região), nesta tarde, os trabalhadores da Capital vão se reunir para organizar as ações que serão realizadas durante a greve. 

O sindicato ainda não sabe quantas agências vão aderir à greve neste primeiro momento. Mas, a expectativa é de que a adesão aumente nos próximos dias e atinja 100% das agências. 

Os bancários rejeitaram a proposta apresentada pela Fenabam (Federação Nacional dos Bancos) de  reajuste de 5,5% e a categoria aprovou o indicativo de greve. Os caixas eletrônicos vão continuar em funcionamento, mas sem funcionários para fazer o abastecimento pode vir a faltar dinheiro nos caixas. 

A categoria pede um reajuste de 16%, sendo 5,6% de aumento real e 9,88% referentes à perda da inflação, mais contratações e segurança. Campo Grande tem em média 130 agências bancárias 3 mil bancários, com média salarial de R$ 1.638,62. 

Jornal Midiamax