Cotidiano

Programa de gestão por competências vai reconhecer desempenho do servidor

O objetivo é alinhar habilidades e competências

Diego Alves Publicado em 05/11/2015, às 01h09

None
edio-meritocracia.jpg

O objetivo é alinhar habilidades e competências

Para valorizar o servidor e modernizar a gestão publica, no mês de abril foi implantado em fase piloto no Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) o programa de gestão por competências. Para fazer a devolutiva dessa primeira fase, o secretário adjunto da Secretaria de Administração e Desburocratização, Édio Viegas esteve ontem (3) no auditório do Imasul apresentando os resultados dos seis primeiros meses de estudos e análises.

O objetivo do projeto piloto é alinhar habilidades e competências individuais de acordo com as necessidades do órgão. E na sequência estabelecer parâmetros, critérios, instrumentos e ferramentas para implantação da Gestão do desempenho por competências no âmbito do poder executivo de Mato Grosso do Sul.

Nessa primeira fase foi feito um mapeamento de competências com base na pesquisa de Conhecimentos, Habilidades e Atitudes (CHA) que foi realizada em varias etapas com diversos grupos a fim de identificar necessidades existentes no órgão. Entre as competências essenciais identificadas e mapeadas no Imasul está a inovação, comunicação, trabalho em equipe, gestão de conflitos, foco em resultados, gestão de pessoas administrativa e financeira e gestão ambiental. Foram identificadas ainda competências gerenciais, entre elas a visão sistêmica, liderança de equipes, gestão de pessoas, gestão de conhecimento e orientação para resultados.

Na próxima etapa os servidores devem participar da avaliação de desempenho individual que irá levantar o perfil de cada um e as competências já existentes no Imasul. Essas avaliações darão todo suporte para a etapa final do programa de gestão por competências, cujo foco é promover o desenvolvimento do servidor e melhorar a qualidade do serviço prestado à população.

Para o secretário adjunto da SAD, Édio Viegas esse é um programa minucioso que esta sendo resgatado a fim de modernizar o serviço público. “Acreditamos que o serviço público pode melhorar não só aqui dentro, mas para as pessoas lá fora. E para isso estamos trabalhando muito para concluir essa etapa do Programa de Meritocracia até o final do ano” conclui Édio.

O programa é coordenado pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) e na ocasião foi explanado pela coordenadora de gestão de carreiras e desempenho (Coged) Terezinha Arantes, e contou com a presença do secretario adjunto da Secretaria de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), Ricardo Senna, que deu todo o suporte necessário nessa fase de definição do programa.

Jornal Midiamax