Cotidiano

Prefeitura tenta receber mais de R$ 400 milhões com Refis

Projeto de lei foi enviado para aprovação na Câmara de Vereadores

Thatiana Melo Publicado em 14/07/2015, às 15h37

None
site_mg_5096.jpg

Projeto de lei foi enviado para aprovação na Câmara de Vereadores

Na tentativa de resolver a crise financeira da Prefeitura da Capital, um projeto de lei para conciliar as receitas da dívida ativa, foi enviado para a Câmara de Vereadores, para que o refinanciamento da dívida possa cobrir os gastos com a folha de pagamento dos servidores.

Segundo o secretário-adjunto da Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle) Ivan Jorge, em coletiva na manhã desta terça-feira (14), com a aprovação do projeto os recursos serão destinados para a folha. “Precisamos que a receita seja elevada e novos estudos em relação ao IPTU de 2016 estão sendo feitos”, fala Ivan Jorge.

O Refis livraria a Prefeitura municipal de um novo parcelamento dos salários para os próximos meses, que espera arrecadar R$ 400 milhões de dívidas. De acordo com Ivan Jorge, a dívida ativa entre IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), dos contribuintes com o executivo municipal é de 1 bilhão e 500 mil, dados levantados em dezembro de 2014.

Ainda de acordo com informações a arrecadação do tesouro é de R$ 90 milhões, que são para pagamentos da dívida, precatórios, pagamento da folha, custeio, Câmara de Vereadores e investimentos e que ainda existe a necessidade da diminuição de custos. “Precisamos diminuir a folha em R$ 10 milhões”, fala Ivan.

Jornal Midiamax