Cotidiano

Prefeitura cria novo grupo para monitorar evolução da coleta seletiva

GITPCS será responsável pelo planejamento e desenvolvimento dos trabalhos

Kemila Pellin Publicado em 24/11/2015, às 17h18

None
download.jpg

GITPCS será responsável pelo planejamento e desenvolvimento dos trabalhos

Fica instituído o Grupo Intersetorial de Trabalho do Plano Municipal de Coleta Seletiva (GITPCS) composto por integrantes do Poder Público Municipal. O GITPCS estabelecerá o planejamento para o desenvolvimento dos trabalhos envolvendo o acompanhamento, a análise e a aprovação dos produtos, assim como os procedimentos de ordem administrativa e gerencial necessários para o andamento dos trabalhos.

A Prefeitura de Campo Grande republicou a criação do GITPCS (Grupo Intersetorial de Trabalho do Plano Municipal de Coleta Seletiva), que será responsável pelo planejamento e desenvolvimento dos trabalhos, com acompanhamento, análise e aprovação dos produtos. O grupo também ficará responsável pelos procedimentos de ordem administrativa e gerencial.

Conforme publicação do Diogrande desta terça-feira (24), o GITPCS será formado por representantes da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Campo Grande), Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano), Semed (Secretaria Municipal da Educação) e FMLC (Fórum Municipal Lixo e Cidadania).

O grupo deve definir as formas de trabalho com reuniões mensais, conforme calendário estabelecido com a empresa de consultoria contratada. Também ficou determinado que o GITPCS precisa manter interação e ampla articulação com o outro Grupo de Trabalho Intersetorial Permanente, nomeado em 17/07/2015 que tem como objetivo de trabalho principal a implementação da Política Municipal de Resíduos Sólidos.

Coleta SeletivaPrefeitura cria novo grupo para monitorar evolução da coleta seletiva

A coleta seletiva porta a porta foi lançada em Campo Grande no dia primeiro de julho de 2011 no bairro Jardim São Lourenço. A primeira etapa atingiu 32 mil domicílios, percorrendo 120 bairros nas regiões do Carandá Bosque, Autonomista, Chácara Cachoeira, Vilas Boas, TV Morena, Santa Fé, São Lourenço, Vila Carlota e Bela vista. 

Com a ampliação da coleta 100 mil domicílios serão atingidos (182.677 pessoas), assim que a UTR entrar em funcionamento para garantir que haja material reciclável suficiente para todos os trabalhadores cooperados.

Jornal Midiamax