Cotidiano

Na Semana da Conciliação, até os mais complexos conflitos serão atendidos

Expectativa é que a procura supere números do ano passado

Thatiana Melo Publicado em 15/05/2015, às 15h46

None
decisao-justica-judiciario.jpg

Expectativa é que a procura supere números do ano passado

Com a abertura para inscrições para a V Semana de Conciliação, que vai até o dia 28 de maio, a ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) espera que neste ano o número de pessoas e empresas que buscam solução para os problemas superem o ano de 2014.

Mas, o presidente da AICG, Roberto Oshiro, afirma que todo tipo de conflito pode ser resolvido. “Desde o menor conflito como uma recuperação de crédito, até processos mais complexos, como briga de partilha podem ser resolvidos nessa semana”, fala.

“A maioria dos processos que chegam à semana são com menos de cinco anos, mas já tivemos casos de processos que estavam na justiça há mais de 10 anos”, diz Roberto Oshiro. De acordo com informações no ano passado foram R$ 400 mil em dívidas regularizadas, e dez empresas atendidas.

A conciliação acontece sem advogados sendo uma forma rápida e econômica para quem busca resolver problemas. “Diante da crise do poder judiciário, com uma grande demanda a conciliação deveria ser a primeira tentativa entre as partes”, diz Oshiro.

As empresas devem fazer adesões até o dia 28 de maio. A semana da Conciliação tem início no dia 29 de junho e vai até 3 de julho, as conciliações ocorrerão na Câmara de Mediação e Arbitragem da associação . “O intuito é de pacificação, entendimento. E com resultados positivos do ano passado a procura é grande”, finaliza Oshiro.

Jornal Midiamax