Cotidiano

Moradores usam cadeiras e pia para sinalizar buracos em bairro da Capital

Obras de tapa-buracos estão suspensas desde setembro

Midiamax Publicado em 31/10/2015, às 21h55

None
img-20151031-wa0072.jpg

Obras de tapa-buracos estão suspensas desde setembro

 Moradores do Conjunto Residencial Mata do Jacinto, localizado na região norte de Campo Grande usaram cadeiras e uma pia de banheiro para sinalizarem os buracos na Avenida Alberto Araújo Arruda.

O protesto chamou a atenção de quem passava pelo local neste sábado (31). A fiscal de caixa Denir Simoneto, de 50 anos, concorda com o protesto. “Acho que essas manifestações são importantes para despertar a atenção do poder público. É preciso fazer ainda mais para que todos possam ver como está a situação das ruas”, declara.

As cadeiras e a pia foram espalhadas na Avenida, nesta manhã. Um morador, que preferiu não se identificar, faz um desabafo sobre a situação das ruas da Capital. “A população não aguenta mais tanto descaso com o nosso dinheiro”, frisa.

Os serviços de tapa-buracos foram suspensos no dia 10 de setembro, pelo prazo de 90 dias, junto com os pagamentos a fornecedores ou prestadores de serviços, considerados não essenciais pelo prefeito Alcides Bernal (PP).

Outros protesto já foram realizados na Capital. Recentemente um morador da Capital sinalizou os buracos com palavras ou frases como “corrupção”, “IPVA” e “Café dos vereadores”, em alusão à Operação Coffee Break, deflagrada no fim de agosto pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), que investiga eventual compra de votos de vereadores na cassação de Alcides Bernal (PP), ocorrida em março do ano passado.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as informações ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax