Cotidiano

Mesmo depois de reunião, impasse permanece e professores mantêm greve

Presidente da ACP diz que "falta vontade política" 

Midiamax Publicado em 07/07/2015, às 11h23

None
greve_dos_professores_-_dg.jpg

Presidente da ACP diz que “falta vontade política” 

A reunião entre o secretário da Semad (Secretaria Municipal de Administração), Wilson do Prado, a procuradora adjunta do Município, Kátia Silene Sarturi, o promotor da 27ª Promotoria da Vara da Infância e Juventude, Sérgio Harfouche e o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Alves Gonçalves, não colocou fim à paralisação dos professores. A categoria está em greve desde o dia 25 de maio.

Em entrevista ao Jornal Midamax, nesta terça-feira (7), o presidente da ACP disse que “faltou vontade política” para resolver o impasse entre os professores e o Município.

“Pela primeira vez entenderam que devem cumprir a Lei, porém, não teve acordo. Disseram que vão conversar com os demais membros da Comissão de Negociação porque o secretário não tem autonomia para decidir tudo. Faltou vontade política porque sempre que estamos chegando a um acordo, o secretário apresenta outra dúvida, outra dificuldade e nunca fecha o acordo com a categoria”, afirma.

A reunião foi realizada na tarde dessa segunda-feira (6). Foram quatro horas de negociação, no entanto, não houve acordo entre as partes. Os professores pedem reajuste de R$ 13,01% e aceitam parcelar o valor.

O presidente da ACP pede ainda a compreensão dos pais que têm filhos matriculados em escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino). “Sabemos a dificuldade que estão passando, tenho três netos que estudam em escola pública municipal, mas pedimos a compreensão de todos. Sabemos que a continuidade do ensino é muito melhor, mas precisamos disso”, justifica.

Nesta manhã a categoria participa da 4ª Sessão Itinerante,  realizada às 9 horas, no Auditório do Senac, no Horto Florestal.

A equipe de reportagem do Jornal Midiamax, tentou falar por telefone com o secretário Wilson do Prado e foi informada de que ele estava em um evento e não poderia conceder entrevista no momento.  

Jornal Midiamax